DestaqueParauapebas

23º Batalhão de Polícia Militar comemora 12 anos de fundação em Parauapebas com direito a bolo de aniversário

Com direito a bolo de aniversário, policiais lotados no 23° Batalhão de Polícia Militar comemoram, nesta terça-feira (30) o aniversário de 12 anos de fundação do grupamento, em Parauapebas. Na oportunidade também foram homenageados os “Amigos do Batalhão”, membros da sociedade civil que contribuíram com a atividade do BPM, Além ainda do reconhecimento dos policiais destaques dos pelotões de Parauapebas, Canaã dos Carajás, Curionópolis e Eldorado do Carajás.

O Comandante do 23ºBPM, Tenente Coronel José Wilson de Moura, falou que o sentimento era de satisfação em poder comemorar o aniversário do batalhão. “O nosso batalhão tem sede em Parauapebas, mas se estende às cidades circunvizinhas. Este momento é muito importante para todos nós, pois além de comemorarmos, estamos realizando o reconhecimento dos colegas que se destacaram durante o ano”, disse o comandante.

Destaque operacional na Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam), pelo 23º BPM, Soldado Cabral disse que o reconhecimento é gratificante e que os trabalhos não param. “A gente está sempre se preparando e se capacitando. Além do combate diário que nos dá experiência, toda semana nós realizamos treinamentos, para estarmos sempre aptos para cada tipo de operação e levar mais segurança para a comunidade”, disse o soldado.

História      

O quartel do 23º BPM , Batalhão Parauapebas foi inaugurado no dia 28 de agosto de 1986 constituído de pela companhia  Vale do Rio Doce (VCRD) através do Convênio com o Governo do Estado (Conveio nº 608/48) destinada a abrigar uma companhia orgânica de 4º BPM/Marabá.

Através da Portaria n° 011/88PM3, o Comandante Geral da Polícia Militar destacou a 3ª Companhia do 4BPM/Marabá, instalando–a no quartel sediado no município de Parauapebas, operacionalmente a companhia PM era atrelada ao 4º BPM em Marabá.

No dia 27 de outubro de 1993 foi criada a 10ª Companhia Independente de Polícia Militar denominada de 1ª CIPOMA, tornando-se a primeira subunidade da Polícia Militar do Pará voltada para a prevenção, conservação  e proteção do meio ambiente, a partir de então, o quartel da PM passou a ter autonomia administrativa e operacional,  desvinculado da Unidade Operacional de Marabá.

Fielmente, em 31 de julho de 2006 foi extinta a 10ª CIPOMA por força do Decreto nº2362 de 31 de julho de 2006, publicado em DOE n° 30736 de 31 de agosto de 2006, senso assim, criado a partir desta data o 23 Batalhão Parauapebas.

Atualmente o 23º BPM conta com um efetivo de 300 policiais militares sendo que destes, 266 encontram-se em serviço operacional e administrativo distribuídos em 150 policiais na sede em Parauapebas, 36 em Canaã dos Carajás, 24 em Eldorado do Carajás, 10 policiais nas vilas Sansão e Alto Bonito, 24 em Curionópolis e 6 em Serra Pelada. Hoje O batalhão conta com o efetivo de 7 oficiais entre eles, o Tenente Coronel José Wilson de Moura, comandante do BPM.

O batalhão hoje conta com diversas modalidades de policiamento, como: policiamento motorizado, grupo tático operacional, Serviço Administrativo, Moto Patrulhamento Policiamento Ostensivo a pé, Policiamento em reuniões, eventos públicos e desportivos, apoio à Susipe na cadeia pública municipal, aos órgãos jurídicos, como Fórum e Ministério Público, serviço de inteligência, vídeo monitoramento dos principais logradouros do município, Ronda Escolar e Programa de Erradicação e combate às Drogas (PROERD) o qual está atendendo ao público infanto-juvenil das escolas do município e região.

Em Parauapebas, o BPM atende mais de 75 bairros em duas Companhias de policiamento distintas, diuturnamente, 24 horas por dia, todos os sete dias semana, a fim de atender uma maior abrangência, agilidade, eficiência e eficácia no combate ao crime no município.

(Reportagem: Fernando Bonfim)

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios