Ação policial mata assaltante vulgo “DEPUTADO”

Chegaram ao fim os dias de crime de Paulo Leandro Maciel da Silva, vulgo “Deputado”, apontado como líder de uma quadrilha de assaltantes especializada em ataques a carros-fortes e a empresas transportadoras de valores. Ele morreu em um confronto com policiais do Pará e do Goiás na manhã da última quarta-feira (31), em São Domingos do Araguaia.

O episódio se registrou durante uma ação conjunta das Polícias Civis do Pará, por meio da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos, vinculada a DRCO, e Grupo de Pronto Emprego (GPE), e do Goiás, por meio do Grupo Antirroubo a Bancos (GAB/DEIC).

As investigações demonstraram que Paulo Leandro, o “Deputado”, havia se movimentado da cidade de Goiânia para uma chácara na zona rural do município de São Domingos, onde se organizava para realizar um novo ataque no Estado do Pará.

Na região, as equipes lograram êxito em identificar a propriedade rural localizado nas margens da BR-230. Ao realizar a abordagem, Paulo Leandro resistiu e atirou com uma pistola Taurus calibre 9mm, de numeração raspada, massa foi alvejado na ação. Socorrido ao Hospital, o suspeito não resistiu e morreu.

Paulo Leandro Maciel da Silva era foragido da Casa Penal de Pedrinhas, no Maranhão, e possuía expedidos em seu desfavor Mandados de Prisão Preventiva dos Estados do Pará, Maranhão, Goiás e Tocantins.

Apenas no ano de 2018 o suspeito é acusado de organizar as ações criminosas ocorridas no Pará em Água Azul do Norte, Floresta do Araguaia e no município de Bonito. No Estado de Goiás, as investigações demonstraram que Paulo Leandro havia organizado ações violentas contra veículos de transporte de valores nos municípios de Montes Claros, Cristalina e Ipameri.

OUTRA PRISÃO

Na cidade de Ananás, região norte do Tocantins, foi autuada em flagrante Ester Costa Leal, pelo crime de posse ilegal de arma de fogo de calibre restrito. Na casa dela foi encontrada uma pistola calibre 9mm e munições.

“Ester era companheira de Paulo Leandro e havia guardado a arma e munições para seu companheiro, o qual usava o nome falso”, destacou a Polícia Civil.

A presa ficou de ser encaminhada para a cadeia pública de Babaçulândia, onde ficará à disposição da Justiça.

Saiba mais

Ainda com o apoio da DEIC TO, foi descoberto que o criminoso tinha outra base, uma casa no município de Ananás, onde também foi encontrada uma arma de fogo do tipo pistola, calibre 9mm, modelo Jericho.

(Chagas Filho)

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios