Acusados de roubar agência bancária em Augusto Corrêa são presos pela Polícia Civil

A dupla foi apresentada na delegacia e autuada por porte ilegal de arma de fogo, receptação e associação criminosa

Dois homens acusados de participar do furto com arrombamento no Banco Bradesco de Augusto Corrêa, município do nordeste paraense, no dia 3 deste mês, foram presos pela Polícia Civil do Pará na última quinta-feira, 8.

Os presos foram: Anderson Luiz Barros da Silva, de 27 Anos e Celson Pascoal Raiol dos Santos, de 51 anos. A prisão ocorreu na mesma cidade do crime.

A Polícia Civil investigou que Anderson estava se preparando para novas ações criminosas. O grupo criminoso também foi responsável pelo ataque ao prédio da Secretaria da Fazenda (SEFA) na capital paraense, fato ocorrido no mês de junho deste ano.

A ação foi realizada por policiais civis da Delegacia de Repressão a Roubos a Banco e Antissequestro (DRRBA) e Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DRFVA), ambas vinculadas a Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO). Sob comando do delegado Fausto Bulcão, titular da DRRBA.

Fausto informou que quando os policiais encontraram Anderson, ele reagiu realizando um disparo de arma de fogo, o que provocou a troca de tiros com os policiais. Por conta disso, o acusado foi baleado no braço e logo em seguida preso. O preso recebeu atendimento médico.

Segundo o delegado, com Anderson foi apreendido um revólver calibre 38 de propriedade da empresa Sergurpro, subtraída da agência do Bradesco furtada, quatro munições do mesmo calibre, sendo uma deflagrada. Além de um veículo Honda Fit, com registro de roubo, que segundo o preso, foi lhe repassado através de outro membro do grupo, de nome Celson Pascoal Raiol dos Santos, conhecido como “Velho Pascoal”, enfatiza.

Diante disso, as equipes de policiais deram continuidade na ação, identificando Celson Pascoal, que confessou, também, ter participado do roubo contra a agência bancária.

Os acusados foram apresentados na delegacia e autuados por Porte Ilegal de Arma de Fogo, Receptação e Associação Criminosa, finaliza o delegado.

Com informações da Polícia Civil do Pará

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios