DestaqueParauapebasPolícia

Assaltante baleado pela PM morre no HGP

Lenivaldo do Nascimento Santos, 20 anos, acusado de assaltar uma residente no bairro Vila Rica no último domingo (27), morreu ontem terça-feira (5), por volta das 18h30, no Hospital Geral de Parauapebas (HGP).

O indivíduo foi baleado pela PM, após ter sido localizado através do rastreador da moto que havia roubado. Lenivaldo, abordou a mão armada uma mulher, por volta das 7 horas, quando a mesma estava saindo da sua casa para comprar pão. Rendendo ela, levou uma Moto Pop de cor Branca. O marido dela prestou queixa na polícia e apresentou os dados do rastreio da motocicleta.

Os PMs se deslocaram até uma área de difícil acesso, onde o veículo estava escondido. Os soldados localizaram Lenivaldo Nascimento, que ao receber voz de prisão, sacou um revólver calibre 38, e disparou dois tiros contra os policiais. Os PMs revidaram ao ataque, atingindo Lenivaldo com três tiros no abdômen.

Ele foi socorrido pela própria guarnição e encaminhado ao Pronto Socorro do Hospital Municipal de Parauapebas. Lenivaldo, suplicou a equipe médica que não o deixassem morrer.

Fonte: F5

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios