Bebê de 9 meses se engasga em Mosqueiro e é salva por PMs

Durante o deslocamento para o Hospital Geral do distrito, ainda na viatura, um policial militar desobstruiu as vias aéreas da criança

Rebeca Santos, de apenas 9 meses, não conseguia respirar e estava com a pele arroxeada, apresentando batimentos cardíacos fracos, após se engasgar com um pedaço de pão. A menina, que mora em Mosqueiro, distrito de Belém, foi reanimada por policiais militares na última quarta-feira (25).

Os militares do 25º Batalhão (25º BPM), o sargento Celso Cardoso, o sargento Marco Antônio e o cabo Josimar Hungria realizavam policiamento na localidade Natal do Murubira, quando foram acionados pela mãe da criança, Michele Nazaré Lima Santos, na alameda da Paz.

Durante o deslocamento para o Hospital Geral de Mosqueiro, ainda na viatura, o sargento Celso pegou a criança no colo e realizou os procedimentos de primeiros socorros para que ela colocasse para fora o pedaço de pão. Após a desobstrução das vias aéreas, a respiração da menina foi voltando ao normal. Na unidade de saúde, Rebeca recebeu atendimento médico especializado e foi estabilizada.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios