Bolsonaro, sobre Alvim na Cultura: ‘A classe artística deve ficar feliz’

No fim de setembro, Alvim atacou a atriz Fernanda Montenegro. Numa postagem no Facebook, chamou a atriz de "intocável" e "mentirosa".

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o diretor Roberto Alvim, nomeado secretário especial da Cultura, ganhará “porteira fechada”, expressão usada quando o gestor tem total liberdade para compor sua equipe e uma forma de dizer que ele chega ao cargo com prestígio. Questionado sobre a mudança na pasta, ele afirmou: “Está na mão de um tal de Roberto Alvim. Porteira fechada para ele”, disse, para mais tarde completar: “A classe artística deve ficar feliz. Lei Rouanet, vem muita coisa boa por aí.”

No fim de setembro, Alvim atacou a atriz Fernanda Montenegro. Numa postagem no Facebook, chamou a atriz de “intocável” e “mentirosa”, provocando reação da classe artística.

Além do tom irônico ao afirmar que artistas poderiam ficar satisfeitos com a indicação de Alvim, o presidente sinalizou que mudanças seriam realizadas na Fundação Nacional de Artes (Funarte) e Agência Nacional do Cinema (Ancine).

Alvim foi nomeado nesta quinta para o cargo que era ocupado pelo economista Ricardo Braga, que foi remanejado para uma secretaria do Ministério da Educação. Em poucos meses, este é o terceiro nome no comando da secretaria da Cultura, que, também nesta quinta, foi transferida do Ministério da Cidadania para o Ministério do Turismo. A crise na área se aprofundou em agosto, com a saída de Henrique Pires do comando da secretaria. Na época, Pires atribuiu sua saída à suspensão do edital que seleciona obras sobre a temática LBGT para serem exibidas em TVs públicas.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios