Breu Branco: Polícia prende suspeito de matar o próprio sogro

O aposentado de 82 anos de idade, Manoel Gomes Leal, foi executado na noite do dia 19 do mês passado por dois homens que chagaram à casa da vítima e desferiram uma sequência de disparos de arma de fogo. A Polícia Civil iniciou as investigações na mesma e na última quarta-feira, 24, apresentou Antonio Silvano Barcelar da Silva como principal suspeito pelo crime, que aconteceu na cidade de Breu Branco, na região sudeste paraense.

Manoel Gomes estava em casa quando os dois homens encapuzados chegaram ao local em uma moto modelo Pop. O garupa desceu do veículo, entrou na residência e encontrou a vítima na sala do imóvel. Sem mencionar qualquer palavra, o atirador sacou a arma e desferiu três tiros no aposentado que morreu no local, por volta de 19h. Ele morava à Rua Severino Ferreira, no Bairro Conquista.

Na ocasião, as polícias Civil e Militar foram acionadas para o local. Investigadores isolaram a área enquanto aguardava a chegada de uma equipe do IML de Tucuruí para remover o cadáver. A princípio, apenas um inquérito policial foi aberto para investigar a morte, considerada atípica no jargão policial, já que a vítima era uma pessoa idosa. A Polícia Militar fez diversas incursões pela cidade, sem sucesso.

Nesta quarta-feira, a Polícia Civil apresentou o genro do aposentado, o homem identificado pelo nome de Antonio Silvano Barcelar da Silva. Não foi divulgado a motivação do crime até o momento.

Fonte: Correio de Carajás (Antonio Barroso/freelancer)

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios