DestaqueNotícias

‘Canibais de Garanhuns’: trio que vendia carne humana em salgados é condenado

O trio conhecido como “Canibais de Garanhuns” foi condenado na noite do último sábado (15) por assassinar, esquartejar, consumir e vender carne humana dentro de salgados em 2012, região agreste de Pernambuco.

José Beltrão Negromonte da Silveira, Isabel Cristina Pires da Silveira e Bruna Cristina Oliveira da Silva foram julgados pelos assassinatos de Gisele Helena da Silva, de 31 anos e de Alexandra da Silva Falcão, de 20.

O trio vai cumprir pena por duplo homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, com emprego de cruel e impossível a defesa da vítima).

Os jurados decidiram que Jorge Beltrão cumprisse pena de 71 anos de prisão. Já Bruna e Isabel Cristina foram condenadas a 71 anos e 10 meses de reclusão e 68 anos, respectivamente.

Segundo o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), as penas dos julgamentos serão somadas ao tempo de prisão já estabelecido.

Em 2014, o trio foi condenado pelo mesmo crime contra a jovem Jéssica Camila da Silva Pereira, de 17 anos.

(Com informações do Notícias ao Minuto)

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios