CAOS NA EDUCAÇÃO: Pais exigem segurança em escola assaltada em Parauapebas

Aproximadamente 30 pais de alunos realizaram uma manifestação na manhã desta quarta (12) em frente à Escola Municipal de Ensino Fundamental Eurides Santana, no Bairro Rio Verde, em Parauapebas, exigindo que seja aumentada a segurança de estudantes, professores e outros profissionais da unidade.

Na segunda-feira (10) uma professora estava em sala de aula, acompanhada de alunos do 1º ano, com idades entre 5 e 6 anos, quando foi rendida por um bandido e teve o aparelho celular roubado. Ela foi ameaçada por ele, que portava uma arma de fogo.

Menos de três meses atrás, em novembro, a mesma escola foi vítima de um arrastão e uma adolescente chegou a ser agredida. De acordo com Marli de Mendonça Soares, mãe de dois estudantes matriculados na unidade, de 6 e 9 anos, os pais estão preocupados.

“Teve período de férias, não teve reforma e os marginais estão invadindo a escola. Esta já é a segunda ou terceira vez que é assaltada e a professora do meu filho foi assaltada nesta semana. Pularam o muro, que é baixo. Eles sobem no pé de árvore e entram pelo muro”, informou, destacando que alunos presenciaram o assalto.

“O bandido chegou armado e tomou o celular dela, as crianças ficaram nervosas. Depois veio polícia, as professoras tiveram que acalmar os alunos”, comentou. Após o crime nesta segunda, representantes dos pais convocaram a reunião desta quarta e outra manifestação está agendada para a quinta-feira (13).

Em nota, a assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal de Parauapebas, responsável pela unidade, emitiu nota informando que um boletim de ocorrência foi registrado na delegacia e o caso já está sendo investigado pela Polícia Civil.

Com informações de Correio de Carajás (Luciana Marschall)

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios