Com mais 10 mortes em 24 horas, Marabá empata com Parauapebas

Agora disparou. Subiu para 26 o número de mortes causadas pela Covid-19 em Marabá, de acordo com o informe epidemiológico revelado na noite da última quinta-feira (7). Os dados apontam, ainda, que o município soma 148 diagnósticos da doença no total. Pela primeira vez, Marabá empata com Parauapebas nas estatísticas. A “Cidade de Francisco Coelho”, entretanto, apresenta quantidade inferior de casos confirmados do novo coronavírus se em contraste com a vizinha.

Na comparação da última quarta-feira (6), foram contabilizados 29 novos casos e dez mortes causadas pelo novo coronavírus em Marabá. As vítimas fatais são sete homens e três mulheres com idades que variam de 45 (mais novo) a 75 anos (mais velho).

Em 24 horas, o número de pacientes que evoluíram para óbito cresceu 62,5% no comparativo com o epidemiológico anterior. Nas confirmações, a elevação foi de 24,36% em 24 horas, muito superior às médias estadual e nacional de 7,44% e 6,47%, respectivamente.

Foto: Divulgação/Prefeitura de Marabá

Do total de infectados, 76 estão em isolamento domiciliar, 18 estão internados, quatro estão em UTI e 24 se recuperaram. O índice de cura na cidade está calculado em 16,41%. Há, ainda, 52 casos descartados e 26 sob análise, sendo destes 24 internados e dois em UTI.

No fim da tarde, a Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa) comunicou, via Twitter, que o Hospital de Campanha instalado no Carajás Centro de Convenções estava atendendo 17 pacientes. Até então, no total, 40 foram assistidos, 17 receberam alta e quatro foram transferidos.

Parauapebas, por seu turno, registra 266 casos da doença, 42 internados, 88 em isolamento domiciliar, 110 recuperados, 26 óbitos, 250 casos descartados e 42 em investigação.

Referência em atendimento de média e alta complexidades, Hospital Regional possui apenas 38 unidades de terapia intensiva

SUPERLOTAÇÃO

Em vídeo disseminado nas mídias instantâneas, a médica cirurgiã Tatiana Carvalho pondera que Marabá alcançou a fase crítica de assistência à Covid-19, posto que os hospitais do município vivem estado de superlotação, ao passo que o número de infectados aumenta.

De acordo com a médica, além da rede hospitalar abarrotada de pacientes graves ou com sintomas, outro desafio é barrar a subnotificação, que ocorre quando o número de casos apresentados é inferior à realidade.

Comércio de Marabá deve continuar aberto no que depender da ACIM
Cidades podem decretar lockdown para manter a população em casa nos dias de quarentena

ISOLAMENTO

Na quarta-feira (6), a taxa de isolamento social em Marabá atingiu 41,8%. Parauapebas ficou um pouco na frente, com 42,3%. Esta é a medição mais atualizada da Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac), repartição da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup).

A nova indicação mostra que a população de Marabá passou a obedecer às medidas de restrição, visto que na terça-feira (5) o índice era de 41% na cidade. Em Parauapebas, todavia, houve queda de 0,6% no confinamento. As taxas ainda estão distantes da meta de 70%.

SITUAÇÃO NO PARÁ

O Pará registrou 78 novas mortes por coronavírus em 24 horas nesta quinta-feira (7), e o número total subiu para 488 desde o início da pandemia. Ao todo, são 5.935 casos confirmados da doença no estado. O índice de letalidade é de 8,22%.

O mais recente boletim da Sespa aponta, ainda, 2.692 casos descartados, 372 em análise e 3.233 pacientes que se recuperaram da doença. Isso representa 54,47% do total de infectados. (Da Redação)

Foto: Divulgação/Sespa
Com informações Correio de Carajás 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios