Condenado por matar mãe de cantor sertanejo em GO é preso em Belém, no PA

Eva Bernardes de Souza, 66 anos, mãe do cantor Adriano, da dupla André e Adriano, foi assassinada em fevereiro de 2013. Antônio Mario Bastos foi condenado em dezembro daquele ano a 18 anos de prisão, mas estava foragido.

Foi preso em Belém o réu Antônio Mario Bastos, condenado pelo assassinato da mãe do cantor Adriano, da dupla sertaneja André e Adriano.

A vítima foi identificada como Eva Bernardes de Souza, 66 anos. A prisão ocorreu no último sábado (4) e o homem foi levado para a Seccional de São Brás, segundo a Polícia Civil.

Eva foi morta no dia 16 de fevereiro de 2013, no Setor Pedro Ludovico, em Goiânia. Segundo a investigação, ela foi espancada até a morte por Bastos, com quem namorada há cerca de três meses. Um documento dele foi localizado pela polícia ao lado do corpo da vítima.

A Polícia informou que a vítima manteve relacionamento afetivo com o condenado, mas por causa de agressões resolveu mudar-se de Uberaba, em Minas Gerais, para Goiânia, no Goiás. O criminoso então obteve o endereço da vítima, onde cometeu o homicídio, segundo a Polícia. Em dezembro de 2013, ele confessou o crime.

O homem foi condenado a 18 de prisão pelo Tribunal do Júri da Comarca de Goiânia e encaminhado para presídio local, mas estava foragido. A prisão dele em Belém foi cumprida por policiais do Serviço de Polícia Interestadual de Buscas e Capturas (Polinter).

André e Adriano tornaram-se conhecidos em 1999, quando lançaram a canção “A Jiripoca Vai Piá”, composta pelo filho da vítima. A música foi regravada por diversos artistas nacionais, entre eles o cantor Daniel.

Dupla André e Adriano ficou conhec ida pelo sucesso 'Hoje a Jiripoca Vai Piá', em Goiás — Foto: Reprodução/Arquivo PessoalDupla André e Adriano ficou conhec ida pelo sucesso 'Hoje a Jiripoca Vai Piá', em Goiás — Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Dupla André e Adriano ficou conhec ida pelo sucesso ‘Hoje a Jiripoca Vai Piá’, em Goiás — Foto:

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios