Conflito entre índios e madeireiros causa tensão em reserva indígena no Pará

Índios pedem reforço policial para combater a extração ilegal de madeira na reserva. Eles apreenderam caminhões, tratores e ferramentas de madeireiros.

Cerca de 80 índios da etnia Tembé, da aldeia Tekohaw, se reuniram para proteger as terras da Reserva Indígena Alto Rio Guamá, em Paragominas, sudeste do Pará. O clima é tenso na região. Segundo os índios, madeireiros estariam fazendo a extração ilegal de madeira na área.

Os indígenas denunciam os conflitos com os madeireiros e pedem reforços aos órgãos de segurança. Nesta segunda-feira (24), a Polícia Federal deve enviar uma equipe ao local para verificar a situação.

Na última semana, os Tembé apreenderam dois caminhões, dois tratores e ferramentas de madeireiros que estavam fazendo a retirada de madeira de dentro da área. O grupo teme por ataques dos madeireiros para tentar resgatar esses maquinários.

Depois da apreensão, houve uma reunião entre o Ministério Público Federal, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e algumas lideranças indígenas. Mas, nenhum plano de ação foi realizado e os indígenas cobram providências para resolver os problemas.

Segundo os indígenas, nenhuma pessoa foi mantida refém na área e não há registro de pessoas feridas. A Tekowal é a maior aldeia das 26 que compõem a terra indígena do Alto Rio Guamá.

A Fundação Nacional do Índio (Funai) foi acionada e disse que está ciente do conflito. O MPF não vai se posicionar sobre o caso, mas disse que está acompanhando a situação.

Fonte: G1 Pará

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios