CidadesDestaqueParauapebas

Defesa Civil de Parauapebas abre cadastro para voluntários

A Defesa Civil de Parauapebas está aderindo ao programa recrutamento de cidadão voluntário determinado pela Defesa Civil Nacional e está cadastrando pessoas que desejam contribuir com o órgão de forma voluntária.“O trabalho voluntário em situação de emergência marcou o atendimento às vítimas das chuvas em fevereiro de 2018 em Parauapebas. Centenas de pessoas e instituições contribuíram de forma significativa no atendimento às vítimas. Neste momento percebemos a força do trabalho voluntário”, declara Jales Santos, coordenador da Defesa Civil De Parauapebas.

De acordo com a Política Nacional de Proteção e Defesa Civil é dever da União, Estados e Municípios adotar medidas de redução de riscos de desastres com colaboração de entidades públicas ou privadas e sociedade em geral.“A atuação do voluntariado vai além de agir em situações de emergência ou calamidade. Podem nos ajudar em ações de prevenção e planejamento. Sendo assim profissionais de diversas áreas como assistentes sociais, psicólogos, barqueiros, motoristas, engenheiros, geólogos podem contribuir durante todo o ano”, explica Jales.

Para aderir o Programa de Voluntariado, os interessados devem se cadastrar por meio de uma ficha de inscrição que está disponível no site da Prefeitura de Parauapebas. Após preenchimento o documento deve ser entregue na Coordenadoria de Defesa Civil no município (Comdec), localizada na Rua Karajá, Qd. 70 Lt. 01, Residencial Parque dos Carajás II.

Lei do Voluntariado

Com base na Lei nº 9.608 de fevereiro de 1998, o serviço voluntário não gera vínculo empregatício, nem obrigação de natureza trabalhista previdenciária ou afim. A relação se dá por meio de um termo de adesão entre a entidade, pública ou privada, e o prestador do serviço voluntário.

Para acessar a ficha de inscrição, clique aqui.

Assessoria de Comunicação – ASCOM | PMP

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios