DestaqueParáPolícia

Detento que fugiu durante rebelião no Centro de Recuperação em Altamira é recapturado

De acordo com o último boletim divulgado ainda na noite de terça-feira (18) pela Susipe, ainda não havia sido concluída a contagem dos presos, por conta disso não foi confirmado a quantidade de foragidos.

A polícia recapturou um detento que conseguiu fugir durante a rebelião que aconteceu na terça-feira (19), no Centro de Recuperação de Altamira, no sudoeste do Pará. De acordo com a polícia, logo no inicio da rebelião quatro presos conseguiram pular o muro da penitenciária. Três deles foram recapturados imediatamente pelos policiais e um conseguiu fugir pela área de mata. Ivanilson Caldeira Bentes foi recapturado. O G1 aguarda a contagem dos presos para saber se houve outras fugas.

De acordo com o último boletim divulgado ainda na noite de terça-feira (18) pela Susipe, ainda não havia sido concluída a contagem dos presos, por conta disso não foi confirmado a quantidade de foragidos. A Susipe informou ainda que três detentos tiveram ferimentos e foram levados para uma Unidade de Pronto Atendimento de Altamira.

O Centro de Recuperação Regional de Altamira tem capacidade para pouco mais de 200 presos mais hoje estaria com 374 internos.

Motim

Sete detentos morreram após uma rebelião em Altamira
Bom Dia Pará
Sete detentos morreram após uma rebelião em Altamira

Sete detentos morreram após uma rebelião em Altamira

motim iniciou ainda na madrugada de terça-feira (19). Por volta das 4h20, houve uma tentativa de fuga em um bloco da penitenciária. Após a ação ser frustrada, os envolvidos atearam fogo em objetos no bloco do semiaberto. Sete detentos morreram. Seis foram mortos por outros presos e um, carbonizado.

Fotos registradas após o fim da rebelião e mostram a destruição provocada pelos detentos. A enfermaria e a secretaria do local ficaram destruídas. Uma equipe do IML esteve no local para realizar a perícia dos danos causados pelas chamas e a fazer a retirada dos corpos do local.

Fonte: G1 Pará

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios