DEU B.O: Funcionários de terceirizada são presos por furto em Carajás

Três funcionários de uma empresa terceirizada que presta serviços à Vale foram encaminhados à Cadeia Pública de Parauapebas nesta terça-feira (6) após serem autuados por furto à mineradora na noite de segunda-feira (5). A Polícia Militar foi buscá-los na Portaria de Carajás, após ser acionada pela empresa de segurança que atua na área.

Conforme informou o inspetor de segurança, Waldinilson de Souza Mota, Waldir Pinto dos Santos e Alessandro da Silva Lopes foram flagrados com objetos da empresa dentro do ônibus locado pela terceirizada da qual são funcionários.

Em boletim de ocorrência registrado na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, foi informado que durante revista de rotina realizada no veículo a equipe de segurança percebeu que Waldinilson estava muito nervoso. Estranhando a situação, os seguranças revistaram a mochila dele, mas nada foi encontrado.

Solicitaram, então, que o funcionário se levantasse e foram encontrados na poltrona dois alicates de corte. Continuando as buscas, a empresa de segurança encontrou embaixo da poltrona onde estava sentado Waldir um rodo de fio pesando três quilos e dentro da mochila de Alessandro mais 10,2 quilos de fios de cobre encapados.

Os três foram autuados em flagrante pelo crime de furto. O Correio de Carajás não teve acesso aos homens para ouvir a versão deles para os fatos, tampouco a Polícia Civil divulgou detalhes dos depoimentos prestados pelos acusados.

Fonte: Correio de Carajás (Luciana Marschall – com informações de Ronaldo Modesto)

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios