DestaquePolícia

Dupla em motocicleta mata jovem de 21 anos com tiros na cabeça em Castanhal

Elias ainda tentou correr, mas foi alcançado pelos executores

O jovem Elias Rodrigues da Silva Neto, de 21 anos, foi morto a tiros na tarde desta segunda-feira (03) em Castanhal, nordeste paraense. O rapaz foi assassinado por dois motociclistas armados, que chegaram ao local onde ele estava e, como é comum em crimes com características de execução, dispararam contra seu alvo e fugiram do local em seguida, em alta velocidade.

Policiais do 5º BPM contam que o crime foi por volta de 13h, na avenida Marechal Deodoro, rua principal do residencial Marechal. Testemunhas disseram à PM que os atiradores chegaram em uma motocicleta modelo Honda Bros, cor preta, e abordaram Elias. O rapaz ainda tentou correr quando percebeu do que se tratava, mas foi atingido na cabeça e caiu no local, morrendo antes que pudesse receber ajuda.

As testemunhas não puderam dar detalhes físicos dos executores, mas disseram ter ouvido três disparos. O caso foi registrado formalmente na Seccional do Jaderlândia e, até o momento, nenhum suspeito foi identificado.

Fonte: ORM

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios