Em Parauapebas, PM ‘acaba com a festa’ de assaltantes; um preso e o outro baleado

Matheus Henrique Câmara de Oliveira, 19 anos de idade, foi preso e seu comparsa, Álvaro Freitas Santana, 27, foi baleado pela Polícia Militar em Parauapebas. Os dois praticavam arrastões nas ruas da cidade na última sexta-feira (24).

Uma das vítimas que teve sua moto tomada de assalto e recuperada pela PM conversou em off com a reportagem. Ainda tremendo, não aceitou gravar entrevista, mas contou que era por volta das 14 horas quando a dupla lhe abordou e apontou um revólver para ela, tomando sua motocicleta Honda Biz na sequência. A mulher contou que na hora do ocorrido ela saia do CRAS no bairro Rio Verde.

Minutos depois, a dupla trocou a biz por uma CG Titan vermelha, porém os ladrões, que estavam armados de um revólver calibre 32, não foram muito longe. Ao saírem da casa do dono da CG, se depararam com a guarnição da área que já havia sido informada e os procurava.

Segundo o capitão PM Jadson Costa, comandante da 1ª Companhia do 23° BPM de Parauapebas, a dupla começou a cometer roubos na cidade no começo da tarde. “Recebemos a informação do ocorrido e a guarnição da área se dirigiu ao local para averiguar. Graças a Deus conseguimos fazer a abordagem dos mesmos. No momento da revista, Álvaro Freitas tentou sacar um revólver calibre 32 e fomos obrigados a agir” contou o policial.

Matheus Henrique Câmara de Oliveira, 19 anos de idade

Baleado no peito, ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e o comparsa dele foi preso e encaminhado para a 20ª Seccional Urbana de Polícia de Parauapebas.

Além da arma e duas munições picotadas, a PM recuperou as duas motos e os celulares das vítimas. Segundo a polícia, Matheus tem passagem quando ainda era adolescente.

Fonte: Fala Sério (Neide Folha)

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios