EntretenimentoGeral

Empresário de Justin Bieber achava que o cantor morreria de overdose

Quem acompanha notícias sobre o mundo da música há alguns anos se lembra muito bem da fase porra-louca de Justin Bieber.

O cantor, que ganhou fama quando era apenas uma criança e cresceu no estrelato, teve momentos bem selvagens — e questionáveis, também — com relação a comportamento e às drogas.

Agora, em uma entrevista ao podcast The Red Pill, o empresário de Bieber, Scooter Braun, abriu o jogo sobre essa época.

Em 2014, aos 20 anos de idade, Justin Bieber foi preso por dirigir alcoolizado, além de ter participado de vários casos de violência e vandalismo. À época, muitos acusavam o cantor também de tratar mal seus fãs, incluindo uma ocasião em que cuspiu em alguns deles.

O último disco de Bieber é o ótimo Purpose, de 2015.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios