Empresário e filho são presos em Parauapebas acusados de Fraude Licitatória

Um dos acusados Wender Souza também está envolvido na operação Alçapão ano passado na Prefeitura de Curionópolis

O empresário Valdivino Pereira Cunha e seu filho Wender da Cunha Souza foram presos na manhã da última quarta-feira (17), pelo (GAECO),  Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado, em sua residência em Parauapebas.

Os  empresários são acusados de fraude em licitações no município de Jacundá. Wender Souza também é investigado pelo Ministério Público na operação Alçapão no município de Curionópolis, acusado também de fraude licitatória no município, segundo informações do MPPA, o rombo aos cofres públicos pode chegar a mais de R$ 5 Milhões.

Valdivino Pereira e Wender Souza, são donos da empresa WM Construções e Serviços com sede em Parauapebas, segundo o MPPA a empresa já vem sendo investigada já algum tempo por irregularidades.

De acordo com os advogados de defesa, o processo corre em sigilo de Justiça. Os advogados estão aguardando mais informações do processo por Belém do MPPA, para solicitar o habeas corpus.

Os acusados foram encaminhados para o IML, para exames de corpo de delito e em seguida levados para a carceragem de Polícia Civil do Rio Verde em Parauapebas.

Fonte: Direto da Redação com informações  MPPA

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios