Esportes

Federação Paraense de Futebol definiu as chaves do Parazão de 2019

FPF e os clubes optaram pelo mesmo regulamento em conselho técnico

O Departamento de Competições da Federação Paraense de Futebol (FPF) reuniu com os clubes participantes do Campeonato Paraense de 2019 para o conselho técnico da competição estadual. O encontro foi realizado na tarde desta quinta-feira (23), na sede da instituição que fica localizada na capital Belém. A fórmula de disputa vai seguir como a dos anos de 2017 e 2018, com dez equipes divididas em duas chaves de cinco, sendo que os confrontos serão de chave contra chave.

“Nós devemos está iniciando lá pelo dia 13 de janeiro de 2019. É uma data mais ou menos que deveremos iniciar igual como foi agora em 2018, porque houve um pouco de antecipação em virtude da Copa do Mundo e para 2019, a CBF vai usar do mesmo expediente, em virtude da Copa América, que vai ser disputada no Brasil”, afirmou Paulo Romano, vice-presidente e diretor de competições da FPF.

Com o regulamento mantido, a Federação Paraense de Futebol divulgou as duas chaves da competição. Na Chave A1: Clube do Remo (atual campeão), Bragantino, Castanhal, Paragominas e o campeão da Segundinha. Na Chave A2: Paysandu, São Raimundo, Independente Tucuruí, Águia de Marabá e o vice-campeão da Segundinha. Os dois melhores de cada chave avançam para as semifinais do Parazão.

A primeira rodada já foi definida com os jogos entre: Clube do Remo x vice-campeão da Segundinha, Paysandu x campeão da Segundinha, Bragantino x Águia de Marabá, São Raimundo x Paragominas e Castanhal x Independente Tucuruí. A preocupação dos clubes é quanto aos patrocinadores do campeonato, principalmente em relação ao governo do estado do Pará.

“A eleição é agora no final do ano, a posse é no início de janeiro e provavelmente o nosso campeonato deverá começar no dia 15 ou 20 de janeiro. É um espaço muito curto para conseguir resolver todas essas questões. Tínhamos uma proposta de aumentar a quantidade de clubes, mas isso também aumentava o valor da logística do campeonato, então optamos por continuar com o mesmo campeonato, porque hoje nós não temos nada”, disse Tony Couceiro, presidente do Paysandu.

Fonte: Fábio Relvas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios