Goianésia: Por ciúme, rapaz mata o namorado a facada

A equipe do delegado Walmir Racine Lima, do município de Goianésia do Pará, na região sudeste do Pará, elucidou em menos de 24 um assassinato que vitimou José Graciano da Silva Junior, de 28 anos. O suspeito está preso na Depol da cidade e trata-se de Rodrigo Lima Souza, 22, namorado da vítima e que confessou o crime.

O caso do assassinato chegou ao conhecimento da Polícia Civil de Goianésia do Pará através de um familiar da vítima, na manhã de sábado, 18. Paulo Graciano comunicou que soube da morte através de amigos que reconheceram o corpo no necrotério da cidade. Segundo ele, Graciano Junior havia recebido pagamento salarial, estava com uma moto modelo Pop, relógio e aparelho celular na noite de sexta-feira. “Ele saiu para se divertir”, contou o pai, sem mais detalhes.

Rodrigo era namorado da vítima e confessou ter matado o rapaz com golpe de faca

O delegado Walmir iniciou a investigação, e descobriu que vítima, na noite de sexta-feira, 17, estava na companhia de Rodrigo Lima, que foi localizado e conduzido à Depol para esclarecer os fatos. Inicialmente, Rodrigo confirmou que estava com a vítima e que o que o mesmo saiu de sua casa por volta das 3h da madrugada de sábado, desconhecia o crime.

Intrigado com a explicação, o delegado em companhia de um dos investigadores foi à residência do suspeito. No local encontraram uma camisa, um short jeans e uma faca com manchas de sangue, o que aumentou as suspeitas do envolvimento de Rodrigo no assassinato do namorado.

Ao ser questionando sobre a vestimenta e a arma branca ensanguentadas, Rodrigo confessou ter matado Graciano Junior com uma facada na região torácica, próximo ao coração. Segundo ele, houve uma discussão entre os dois motivada por ciúmes. “Brigamos e eu matei ele, depois escondi o corpo”, disse o suspeito, que também escondeu os objetos da vítima.

SAIBA MAIS

De acordo com a Polícia Civil, um inquérito já aberto pretende esclarecer com mais detalhes o assassinato. O corpo de Graciano foi removido pelo IML de Tucuruí, e liberado aos familiares para sepultamento.

Fonte: Correio de Carajás (Antonio Barroso/freelancer)

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios