DestaqueELEITOGeralParáPolítica

Governador eleito tem agenda cheia no dia seguinte à eleição

O governador eleito Helder Barbalho (MDB) vai enxugar a máquina estadual e reduzir a estrutura governamental. Essas foram algumas das promessas defendidas por ele, ontem (29), após à eleição, em um dia seguinte com uma agenda de atividades já cheia. Ele também irá hoje à Brasília para tratar de recursos ao Estado.


(Foto: Ricardo Amanajás/Diário do Pará)

Helder considera que não é possível que o governo tenha mais de 70 órgãos e empregue inúmeros assessores, que acabam por reduzir os recursos para investimentos. “Hoje a cada R$ 100,00 de receita de imposto, quase R$ 95,00 são usados na folha de pagamento, custeio e pagamento de dívida”, criticou. Para isso, em sua gestão, ele promete reduzir o número de secretarias e de assessores. “A minha responsabilidade é com o povo do Pará e para isso escalarei uma equipe técnica e qualificada para fazer um governo eficiente que ajude a melhorar a vida dos paraenses, que passou 20 anos abandonada pelas últimas gestões. Precisamos virar essa página”, garantiu.

Em entrevista ao DIÁRIO, Helder revelou que hoje estará em Brasília reunindo com o presidente Michel Temer para tratar de assuntos orçamentários e analisar o que é possível liberar para o exercício do ano que vem. “Também estarei reunindo com ministros e com a nossa bancada federal para tratar de recursos e das emendas propositivas que os parlamentares têm direito para o exercício de 2019”, revela. A reunião foi articulada pelo vice-governador eleito Lúcio Vale, que é o atual coordenador da bancada.

O dia seguinte do governador eleito foi movimentado. Logo pela manhã foi entregar junto com o Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, casas do Programa Minha Casa Minha Vida em Ananindeua e, de lá, entrou ao vivo no Jornal Liberal 1ª Edição (TV Globo). No início da noite concedeu mais duas entrevistas ao vivo: a primeira no programa “Cidade Alerta” (TV Record) e, em seguida, no Jornal Liberal 2ª Edição.

Helder almoçou no Ver-o-Peso ao lado da esposa, Daniela; do ministro Alexandre Baldy; do presidente da associação de feirantes, Didi do Ver-o-Peso e do vice-prefeito de Belém, Orlando Reis (Foto: Reprodução/Instagram)

VER-O-PESO

Ainda pela manhã o emedebista foi à feira do Ver-o-Peso agradecer aos feirantes e comerciantes que apoiaram a sua campanha. “Como paraense que sou não pude deixar de comer um açaí com peixe-frito na feira”, disse Helder. Na TV Record, Helder foi indagado sobre a violência crescente no Estado e confrontado com números alarmantes de assassinatos de cidadãos e policiais e reafirmou que a insegurança é o maior desafio que o Estado vai enfrentar a partir de 1º de janeiro de 2019.

“Reafirmo que meu primeiro ato de governo será solicitar ao presidente da República o envio da Força Nacional de Segurança para atuar em conjunto com as polícias do nosso Estado. Precisamos ampliar a presença dos agentes de segurança pública no Pará de maneira ostensiva e preventiva”. Helder pretende, antes da posse, reunir com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), para mostrar os números da violência do Estado, que justificará a medida.


(Foto: Ricardo Amanajás/Diário do Pará)

Minha Casa Minha Vida: 648 famílias receberam o tão sonhado apartamento

Formado por 648 apartamentos, o Conjunto Habitacional Novo Cristo foi entregue, na manhã de ontem (29), na Estrada do Icuí-Guajará, em Ananindeua. O empreendimento é fruto do programa do Governo Federal ‘Minha Casa Minha Vida’. Ao todo, foram investidos R$ 40,1 milhões em recursos federais para a construção das moradias que irão beneficiar 2.500 pessoas.

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, esteve em Ananindeua para fazer a entrega do empreendimento. A cerimônia, que antecedeu a entrega das chaves à população contemplada, ainda contou com a presença do governador eleito do Pará, Helder Barbalho. Também participou do evento o Prefeito Municipal de Ananindeua, Manoel Pioneiro.

Após visitar as instalações do conjunto, o ministro ressaltou a importância da integração das unidades habitacionais a serviços públicos como de saúde e educação, princípio que, segundo ele, vem sendo cada vez mais valorizado pelo Minha Casa Minha Vida. “O projeto, ao longo de 2018, vem retomando também as suas funções sociais”, destacou. “Aqui em Ananindeua, hoje, é um exemplo da nossa responsabilidade social e com o sonho maior das famílias, que é a casa própria”. No entorno dos blocos que abrigam os apartamentos do Conjunto Novo Cristo, uma escola e uma unidade de saúde foram construídas pelo Governo Municipal para dar suporte à população que passará a ocupar aquele espaço.

Toda a estrutura proporcionada pelo conjunto ainda era admirada pela dona de casa Luciene Souza, 40 anos. Contemplada com uma das unidades, ela poderá, em breve, se mudar para o apartamento com o esposo e os dois filhos. “Esperamos por mais de cinco anos que esse sonho se realizasse e agora estamos muito felizes”, considerou. “Nós fomos privilegiados por Deus”.

Já tendo ocupado o cargo de ministro da república, o governador eleito do Pará, Helder Barbalho, acompanhou a visita do ministro Alexandre Baldy às instalações no novo conjunto. Na ocasião, ele falou sobre os planos para o governo. “A população votou pela mudança, quer um governo presente e eu assumo um compromisso com a população desse Estado de retribuir a confiança trabalhando e garantindo que a esperança deste povo se transforme em realidade”, adiantou, agradecendo aos eleitores pela oportunidade de governar o Pará.

Transição de governo será acompanhada pelo MPE e Tribunal de Contas, promete Helder

Na entrevista no JL-2, o governador eleito antecipou que assim que for empossado sentará com o Sintepp para conciliar a ação que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), ajuizada pelo sindicato contra o atual governo, reivindicando o pagamento do piso nacional do magistério. “Em seguida vamos pagar o piso imediatamente e negociar para zerar esse passivo”. Na saúde Helder garantiu, além do atendimento público de qualidade, reforçar a parceria na atenção básica com os municípios, concluindo os Hospitais Regionais de Castanhal, Capanema, Itaituba e o “Abelardo Santos”, em Icoaraci.

“Investiremos ainda na construção de um Hospital na Calha Norte e no Baixo Tocantins. Na Região Metropolitana, vamos construir um terceiro Pronto-Socorro no Bengui para atender Outeiro, Icoaraci e a comunidade das Ilhas, Hospitais materno-infantis em Marabá e Santarém, sem falar no Hospital Público para as mulheres com foco no câncer feminino”.

Helder recebeu no início da tarde de ontem uma ligação do governador Simão Jatene para tratar do processo de transição governamental. O procurador geral do Estado, Ophir Cavalcante Júnior, e o auditor geral do Estado, Roberto Amoras, conduzirão a equipe do atual governo na transição. Eles promoverão, a partir de hoje (30), reuniões com os atuais secretários estaduais para definir o repasse das informações à equipe que o governador eleito, que deve indicar o ex-deputado estadual Parsifal Pontes como coordenador de sua equipe. “Espero que todo esse processo se dê da forma mais transparente e republicana possível a partir da próxima semana”, coloca.

“Com a transição vamos nos aprofundar nessas informações, para termos uma noção exata em que situação se encontram as contas públicas no Estado. Todo o processo será acompanhado pelo Ministério Público e Tribunal de Contas”, diz Helder.

(Luiz Flávio e Cintia Magno/Diário do Pará)

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios