Governo brasileiro fecha parcialmente a fronteira Brasil e Venezuela

Agora é oficial. Foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) na madrugada desta quarta-feira, 18,  portaria do presidente Jair Bolsonaro com o fechamento parcial da fronteira do Brasil com a Venezuela, em Roraima, restringindo a entrada e saída de pessoas. O anúncio já havia sido feito ontem pelo presidente ao conceder uma entrevista à imprensa na portaria do Palácio da Alvorada.

Na ocasião, Bolsonaro disse que a medida libera apenas o tráfego de mercadorias. “Eu não quero criticar nenhum governador, alguns estão tomando medidas positivas, outros, no meu entender, estão se excedendo. Mas a questão de fechar em especial a fronteira da Venezuela é a mais sensível. Agora, alguns acham que a palavra ‘fechar fronteira’ é uma palavra mágica. Se a gente tivesse poder de fechar a fronteira como muitos pensam, não teria entrada de arma nem de droga no Brasil. Temos 17 mil quilômetros de fronteira”, afirmou o presidente.

Essa fala foi para justificar também que não se trata de um fechamento total. “Se você fecha o tráfego com a Venezuela, a economia de Roraima desanca. A mesma coisa a Venezuela em parte também tem esse tráfego de mercadorias conosco. Não tem como tomar medidas radicais. Não vai dar certo”, acrescentou Bolsonaro.

Ontem na mesma entrevista, Bolsonaro reforçou sua fala sobre não se ter “histeria” em razão da pandemia do novo coronavírus, apesar de que a Organização Mundial de Saúde (OMS) informar que o vírus se espalhou por diversos continentes. No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, eram 290 casos confirmados e 8.819 suspeitos até a noite de terça-feira, 17.

Fonte: G1

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios