Homem é assassinado com 3 tiros na cabeça em Parauapebas

Um inquérito para apurar a morte de Valmir Carlos de Araújo Silva, conhecido como “Buba”, foi aberto na 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas. O homem, que apresenta folha de antecedentes no Fórum da Comarca, foi assassinado com disparos de arma de fogo na tarde do último sábado (23).

Conforme a equipe do Departamento de Homicídios responsável pela investigação, o crime ocorreu no fim da Rua O, situada no Bairro União. Na ocasião, Valmir se encontrava deitado em uma rede, na sesta (descanso ou repouso) sagrada.

Familiares estão consternados com a morte de Valmir (Foto: Reprodução)

Neste cenário, dois indivíduos ainda não identificados chegaram em uma Honda Bros, sendo que um deles desceu da traseira e desferiu três tiros contra a cabeça do homem. Não houve tempo para o socorro, visto que a morte foi imediata.

A partir do fato, a polícia deve iniciar as diligências pelo rumo que os algozes tomaram. Valmir foi assassinado às margens do Rio Parauapebas, em uma região remota e, portanto, de difícil acesso. A motivação do crime ainda não foi desvendada.

Fonte: Correio de Carajás (Da Redação)

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios