Jornalista paraense é assassinada a facadas pelo ex-marido em Marabá

Simone Aparecida Pereira, de 35 anos, foi assassinada a facadas na tarde da última quarta-feira (05), na Folha 33, Quadra 29, Lote 17, em Nova Marabá. O principal suspeito do crime é seu ex-marido, Leandro Gomes Nascimento, com quem tinha dois filhos.

Segundo as investigações da Polícia Militar, Leandro chegou a bater na porta da casa da vítima, onde ela estava com o atual namorado. No momento em que o namorado abriu a porta, o suspeito entrou, pegou a faca e efetuou vários golpes em Simone, que morreu na hora.

Poucas horas antes do crime, Simone havia feito uma publicação em sua conta do facebook onde aparecia com Leandro e os filhos no desfile da independência da escola das crianças.

Uma guarnição da Polícia Militar, comandada pelo cabo Barros, esteve no local do crime. “Nós fomos informados de que havia acontecido um esfaqueamento. Chegando ao local a gente constatou que a vítima já havia entrado em óbito. Seu ex-esposo havia desferido os golpes de faca na vítima”.

Simone era editora de multimídias. Ela já trabalhou na Rede TV e SBT e atualmente era contratada da Prefeitura Municipal de Marabá.

A polícia acredita que a vítima tenha sido seguida por Leandro, após sair do trabalho. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (DEAM).

O Sindicato dos Jornalistas do Estado do Pará (Sinjor-PA), postou uma nota de pesar, comunicando o falecimento de Simone Aparecida.

NOTA DE PESAR

É com pesar que o Sindicato dos Jornalistas do Estado do Pará (Sinjor-PA) comunica o falecimento de Simone Aparecida hoje, em Marabá. Ela era editora de vídeo, tendo trabalhado na Rede TV e na extinta TV Eldorado, filiada ao SBT Atualmente, era contratada da Prefeitura do município.
Segundo as primeiras informações da polícia, Simone foi vítima do ex-companheiro, o que configuraria feminicidio.
O Sinjor se solidariza com a família e manifesta o seu repúdio contra toda forma de violência contra a mulher.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios