DestaqueJustiçaRegional

Justiça decreta indisponibilidade de bens de atual prefeito de Jacundá, no Pará, no valor de R$ 300 mil

Além de Ismael Barbosa (PSDB), são alvos da ação a assessora adjunta da Sematur, a irmã dela e uma vereadora da cidade, suspeitos de prática de nepotismo e enriquecimento ilícito.

A Justiça decretou a indisponibilidade de bens de Ismael Gonçalves Barbosa (PSDB), atual prefeito de Jacundá, sudeste do estado, no valor de R$300 mil; além da assessora adjunta da Secretaria do Meio Ambiente e Turismo (Sematur), Necy Guedes de Oliveira, no valor de R$30 mil; da vereadora Maria Marta Costa, em R$35 mil; e da irmã de Necy, Maria Divina Guedes, no valor de R$4,8 mil.

Os quatro são alvos de uma ação do Ministério Público do Estado (MPPA) por suspeitas de nepotismo, enriquecimento ilícito e lesão aos cofres públicos municipais, movida pelo promotor Sávio Ramon Batista.

Segundo o MPPA, investigações que embasaram a operação Epístola, em agosto de 2018, resultaram na apreensão de documentos na secretaria citada e na Câmara Municipal de Vereadores, a fim de apurar nomeações de servidores de forma irregular.A denúncia aponta que Maria Costa e a irmã Necy

O inquérito aponta que Maria Costa, Necy Veiga e o prefeito teriam utilizado da influência do cargo para nomear diversos parentes em cargos públicos.

Além das citadas na matéria, outros 14 funcionários públicos que haviam sido nomeados por Necy Veiga, foram afastados.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios