Marabá registra quatro mortes em menos de um dia

Quatro pessoas foram assassinadas no último final de semana em Marabá, sudeste paraense. As vítimas eram do sexo masculino e foram executadas em situações distintas.

A primeira delas, Deusdete Pinheiro da Costa, de 54 anos, morto no sábado (6), na Rua Jatobá, no bairro Bela Vista, no Núcleo Cidade Nova. Segundo informações da polícia, dois homens chegaram em uma motocicleta, Bros, de cor preta, com a placa virada e o garupa efetuou cerca de quatro tiros na vítima, que morreu na hora.

Ainda segundo a polícia, Deusdete era morador da Vila Itainópolis, zona rural de Marabá, onde possui terras e veio para a cidade votar. Ele havia acabado de chegar a Marabá, não havia nem entrado na casa, quando foi assassinado.

Também no sábado foi assassinado na frente de casa, na Avenida Magalhães Barata, na Velha Marabá, Dhiosefe Wilians Farias da Silva. Homens fortemente armados, em um táxi Corsa Classic, branco, efetuaram vários disparos contra Dhiosefe. Ele chegou a ser socorrido, mas veio a falecer no Hospital Municipal.

De acordo com o delegado Ivan Pinto, do Departamento de Homicídios, ele “se intitulava ser simpatizante do PCC. Acreditamos que essa provocação e essa inclinação criminosa de Dhiosefe o levaram à morte”, disse o delegado.

OUTROS

Na noite de sábado, em uma chácara no Bairro Nossa Senhora Aparecida, na Nova Marabá, Antônio Macedo dos Santos, 59 anos, foi assassinado com tiros de espingarda cartucheira e golpes de arma branca. O crime teria sido praticado por três pessoas encapuzadas.

E a última vítima foi Tayron Silva Souza também assassinado a tiros na Marabá Pioneira. Os casos estão sendo investigados pelo Departamento de Homicídios da Polícia Civil.

Quem tiver informações que levam à polícia a motivação ou autoria do crime, que denuncie ao Disque Denúncia Sudeste do Pará, através do 3312-3350 ou 98198-3350, que o anonimato é garantido.

(Alessandra Gonçalves com informações da RBATV)

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios