DestaqueGeralParauapebas

Moradores do Alto Bonito pedem socorro e não são ouvidos até agora por prefeitura

Moradores de prédios narram como é viver sob risco

A estrutura completamente exposta e decadente, mostra péssimas condições dos apartamentos, além do iminente risco de desabamento, essa é a moradia de muitas famílias que vivem no Residencial Alto Bonito em Parauapebas.  Todas elas estão à mercê de uma tragédia anunciada e exposta por rachaduras confirmando o serviço mal feito da construtora responsável pela obra, Construtora QualyFast e Caixa Econômica Federal.

Ao chegar lá, a primeira impressão que fica é a dúvida de como aquelas pessoas conseguem viver naquele lugar, pois o medo assombra a população do residencial Alto Bonito, famílias que não tem para onde ir, estão dormindo do lado de fora dos apartamentos com medo de desabamento dos prédios. Segundo informações, o prefeito de Parauapebas foi no local, mas, até o momento não tomou nem uma atitude concreta como autoridade máxima do município para tentar resolver os problemas da população.

“Uma moradora que entrou em contato com a reportagem, e pediu anonimato, afirma que as rachaduras nos últimos meses só ficou pior. “Não houve nem um reparo sequer, apenas coisas fúteis”, disse.

Assim que subimos o primeiro vão de escadas de um apartamento do residencial, logo percebemos que as rachaduras estão expostas e fomos informados que o problema vem aumentando diariamente.  Segundo informações, a Secretaria Municipal de Habitação, na pessoa do gestor da pasta João Fontana, até agora não tomou  providências juntamente com a prefeitura e as famílias não sabem mais o que fazer.

Rachaduras nos Apartamentos do Residencial Alto Bonito

NOTA DA PREFEITURA EMITIDA NO DIA 10 DE MAIO DE 2019, E ATÉ AGORA NÃO FIZERAM NADA, VEJA.

Equipes de engenharia das Secretarias de Obras (Semob) e de Habitação (Sehab), acompanhadas pelo secretário de Habitação, João Fontana, estiveram na manhã do dia 8 de maio, no Residencial Alto Bonito para verificar situações apresentadas por moradores “sobre fissuras em paredes de alguns apartamentos”.

Na visita técnica, a equipe de engenharia analisou as áreas e já iniciou a produção de relatório para que a Secretaria de Habitação possa enviá-lo à Construtora Qualyfast a fim de que seja feita a manutenção nos imóveis, após constatadas as causas.

Por se tratar de um empreendimento habitacional do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), do Governo Federal, o mesmo documento será encaminhado à Caixa Econômica Federal para que ela faça vistoria no empreendimento, uma vez que ainda é a responsável pela obra.

Importante destacar que cada caso está sob análise, visto que também é importante para a gestão municipal identificar os motivos dessas “fissuras”, como relatam alguns moradores do Alto Bonito.

Vale lembrar também que, quando da entrega dos apartamentos, todos os moradores receberam o Manual do Morador e a planta do imóvel, com todas as informações necessárias, inclusive, sobre as paredes que não podem sofrer mudanças por conta de tubulações de água, por exemplo, que passam dentro das estruturas.

A Sehab reforça que servidores da secretaria, incluindo corpo técnico social das fases I e II, continuam atendendo à comunidade, por meio do plantão social, no Centro Comunitário do Alto Bonito que fica logo na entrada do empreendimento, de segunda a sexta, de 8h as 14h.

Por fim, a Sehab acrescenta que a Construtora Qualyfast é especialista em desenvolver habitações alinhadas ao Programa Minha Casa Minha Vida. A empresa tem anos no segmento de engenharia e com grandes empreendimentos já concretizados no Brasil.

Fonte: Direto da Redação do Portal do Carajás

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios