Motoristas enfrentam atoleiros e muito transtorno na Rodovia Transamazônica. Assista!

A chuva que cai na região amazônica já causa transtornos para quem precisa dirigir pelas rodovias paraenses. Na rodovia Transamazônica  (BR-230), na região do Xingu, no trecho entre os municípios de Uruará e Itaituba, inúmeros atoleiros, causados pela água da chuva, atrasam a viagem de milhares de pessoas.

Filas enormes de veículos se formam na rodovia Transamazônica por causa da situação de descaso na região

O trecho permanece sem asfalto, mesmo com décadas de reivindicação dos moradores da região e também de motoristas de ônibus e caminhão que trafegam pela rodovia. Por causa do atoleiro, muitos veículos passam dias na estrada esperando o tempo melhorar ou uma máquina pesada aparecer e conseguir tirar os que ficam atravessados na estrada atolados.

Muitos veículos precisam ser puxados por trator de tração para conseguir sair do atoleiro

“Tivemos que usar o desvio para chegar de Santarém para Altamira, apesar de liso, tem menos atoleiros e carros passando por lá, conseguimos vencer os piores trechos que estão entre Ruropolis e Uruará” contou Suane Aguiar, moradora de Altamira

Motoristas também relatam que trechos como de Uruará a Placas há veículos parados há dias, por causa dos atoleiros, segundo vários relatos nas redes sociais.

Muito transtorno para quem trafega pela Transamazônica neste período de chuvas 

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informou que deve iniciar serviços de reparos nos trechos mais críticos da BR-230 e que após o período chuvoso deve dar continuidade às obras nos trechos citados.

Fonte: Xingu230

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios