Mulher simula o próprio sequestro para ter momentos com amante que conheceu no Facebook

A cabeleireira Alline Figueiredo da Cruz de 28 anos foi indiciada junto com o amante dela por falso sequestro em Várzea Grande no Mato Grosso. De acordo com a policia civil, o desaparecimento da cabeleireira foi comunicado as autoridades pelo esposo da mulher, na última quinta-feira (18).

Ainda de acordo com a policia, alguns famíliares chegaram a receber telefonemas anônimos um dia após o desaparecimento, onde o suposto sequestrador teria ameaçado mata- la, caso a família envolvesse a policia no meio das negociações.

E durante o final de semana, a Polícia Civil fez vários deslocamentos buscando localizar a jovem supostamente sequestrada. Já na noite de domingo (21), no entanto, Alline apareceu e logo foi a uma delegacia prestar depoimento sobre o ocorrido. Lá ela relatou ter sido rendida por três bandidos armados, sendo mantida em carcere privado em um quarto durante quatro dias. Contrariando as informações de testemunhas que afirmaram em depoimento ter visto a moça com aparência tranquila e consumindo cerveja em um bar, no mesmo horário do suposto sequestro, na companhia de um homem.

Após o confronto de informações, ela confessou que estava esses quatro dias com um amante que conheceu pelo Facebook e que a mentira teria acontecido para não despertar a suspeita do marido.

De acordo com o delegado Diogo Santana, a mulher e o amante vão responder criminalmente por falsa comunicação de crime. Os dois serão indiciados em razão e de mobilizar as forças de Segurança Pública (Polícia Militar, Politec e Polícia Civil), sem necessidade, usando de informações falsas e irresponsável.

(Com informações do site Bandab)

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios