Nota de repúdio do Conselho Penitenciário do Pará pela falta de diálogo do governo Helder Barbalho

O Conselho Penitenciário do Estado do Pará- COPEN, vem a público, lamentar o fato ocorrido no Centro de Recuperação Regional de Altamira (CRRA), ocorrido no último dia 29/07 (segunda-feira), que resultou na morte de 57 pessoas, no interior daquele estabelecimento prisional.

O Conselho Penitenciário, há muito tenta diálogo com a atual gestão da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará – SUSIPE, mas este diálogo tem sido negado pelo mesmo, diálogo indispensável e crucial no intuito de discutir políticas para o combate do crescimento desenfreado da massa carcerária, o enfrentamento das facções criminosas, assim como o cumprimento da pena ou a custódia provisória de forma digna e humana.

O COPEN é um colegiado formado por seis instituições fortes e independentes como OAB, MPF, MPE, DPU, DPE e CRM com funções consultivas e fiscalizadoras, nesse sentido informamos que acompanharemos de perto toda apuração do fato ocorrido, verificando ainda quais condições as pessoas atingidas estavam custodiadas, quais os acompanhamentos foram oferecidos as famílias dessas pessoas, se algum servidor foi atingido, e ainda, se há controle interno de proteção contra incêndios ou outros fatores de crise que venham a ocorrer dentro dos estabelecimentos prisionais.

Desta forma o COPEN exige respostas imediatas das autoridades responsáveis e reafirma seu compromisso enquanto conselho que atua como órgão fiscalizador do Sistema carcerário do Estado do Pará.

Belém/PA, 30 de julho de 2019.

Belém/Pa, 30/07/2019

Colegiado do Copen/PA.               

Fonte: Amazon Live

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios