Padre assassinado em Santarém é sepultado em cerimônia reservada

O corpo do pároco foi encontrado já em estado de decomposição

O corpo do padre José Ronaldo Brito, de 37 anos, encontrado no último domingo, 3, já em estado de decomposição em uma casa na cidade de Santarém, oeste do Pará, foi sepultado na manhã de segunda-feira (4). A informação foi confirmada em nota divulgada pela Arquidiocese de Santarém.

A vítima foi achada morta por populares em uma residência do bairro Bela Vista do Juá. Apesar do relato de testemunhas que disseram ter visto marcas de perfuração no corpo do vigário, peritos do Instituto Médico Legal (IML) não puderam apontar, com precisão, se a morte foi causada por golpes por facas ou similares.

Segundo a Polícia Civil, o exame cadavérico mostra que o padre Ronaldo teria sido assassinado no último dia 1º, data em que celebrou sua última missa. No dia da morte, um homem, tido até agora como o principal suspeito de ter cometido o assassinato, teria se envolvido em um acidente com o veículo da paróquia Santo Antônio de Pádua de Belterra – pela qual o religioso respondia -, que invadiu o muro de uma residência na avenida Fernando Guilhon. O acusado, que não teve a identidade informada, também teria sido visto usando um cordão que pertencia ao padre.

O sepultamento foi feito no início da manhã, às 7h30, no cemitério parque Recanto do Amanhã, localizado na Rodovia Santarém Curuá-Una. O arcebispo metropolitano de Santarém, Dom Irineu Roman, conduziu as homenagens. A cerimônia foi restrita aos padres e a um pequeno grupo de pessoas, para se evitar aglomerações.

Fonte: O Liberal

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios