Pará: avó e neto são acusados de matar e ocultar cadáver

Neusa Barbosa Costa e Maurício Costa de Lima foram presos, na segunda-feira (05), por praticarem o crime de homicídio e ocultação de cadáver. Ela teria sido agredida pelo seu ex-companheiro, Isaías Costa Santana, que fazia uso de bebidas alcoólicas, nesse intervalo de tempo, o neto de Neusa, Maurício, teria segurado Isaías para ela desferir vários golpes de faca na região do abdômen da vítima, que não resistiu e morreu. A prisão dos acusados ocorreu na PA Lage, Travessão do Cajueiro, Assurini no município de Altamira, no sudoeste paraense.

Após praticar o homicídio junto com seu neto, Neusa teria enterrado seu ex-companheiro há cerca de 100 metros da casa, sede da propriedade. Porém ao perceber que o cadáver estava exalando um forte odor, eles atearam fogo ao corpo da vítima, buscando diminuir as pistas do crime, e o enterrado novamente.

A ação foi realizada pela Delegacia de Repressão a Homicídios (DRH) de Altamira, sob comando do delegado Fernando Marcolino, titular (DRH), formada pelos investigadores Claiton Santos e Rodrigo Damasceno, e contou com o apoio da Equipe do Centro de Perícias Renato Chaves.

Conta o delegado Fernando Marcolino, que após receber a notícia sobre o desaparecimento e possível homicídio de Isaías Costa Santana, fato ocorrido, em propriedade rural, localizado no travessão do Cajueiro, PA Lage, região do Assurini, onde o corpo estaria enterrado. Diante das informações, o delegado emitiu ordem de missão para que houvesse diligência, em busca de apurar a situação com urgência, explica.

Segundo o delegado, de imediato as equipe seguiram em direção ao local do fato. Chegando à propriedade rural apontada foi encontrada a senhora Neusa Barbosa Costa, residente do local, que em primeiro momento, questionada sobre o fato, negou as acusações e alegou que seu ex- companheiro Isaías Costa Santana, teria discutido com ela, e após desentendimento, teria partido em viagem para a região de Uruará. Logo em seguida, chegou ao local Maurício Costa de Lima, neto de Neusa, que também negou a autoria dos fatos.

Ainda em diligencias na propriedade, com ajuda dos moradores, a equipe localizou espingardas de fabricação caseira, em bom estado, municiadas e sem registro, de imediato foi dado voz de prisão aos dois suspeitos. “Após muitas conversas com a equipe, Neusa Barbosa Costa confessa a autoria do crime, assumindo o fato criminoso, na ocasião, seu neto Maurício Costa de Lima, também, assumiu participação no caso” enfatiza o delegado.

A partir do conhecimento dos fatos os acusados apontaram o local onde estava enterrado o cadáver. A equipe do Centro de Perícias Renato Chaves realizou a remoção e todos os indícios apontam ser o corpo de Isaías Costa Santana. Após remoção do corpo as equipes retornaram à seccional de Altamira para a autuação e registro dos fatos. As investigações prosseguem.

DOL

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios