Pará vende o 7º gás de cozinha mais caro do país

Em outubro, o preço médio foi de R$ 74,72

Uma pesquisa divulgada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) mostrou que o Estado do Pará comercializa o sétimo gás de cozinha mais caro do Brasil, fechando o mês de outubro em uma média de R$ 74,72, oscilando entre R$ 62 e R$ 100. No mês anterior, em setembro, a média do preço encontrado era de R$ 74,35, variando entre R$ 60 e R$ 100. A análise foi feita com base em informações oficiais da Agência Nacional de Petróleo (ANP).

Conforme explicado pelo supervisor técnico do Dieese, economista Roberto Sena, essa posição do Pará no ranking nacional ainda não levou em conta o novo reajuste no preço do botijão de gás, que aconteceu na primeira semana do mês de novembro. “Infelizmente, a situação deve piorar ainda mais com o repasse (parcial ou total) que será feito aos consumidores depois do aumento de 8,5% que está em vigor desde no dia 6 deste mês, autorizado pela Petrobras”, pontuou.

Ainda de acordo com o estudo divulgado pelo departamento, a trajetória dos preços oferecidos na capital paraense também sofreu aumento. Em outubro, a média do valor do gás de cozinha era de R$ 66,40, sendo o menor preço R$ 65 e o maior R$ 80. No restante do Estado, o município que comercializou o gás de cozinha mais caro em outubro foi Xinguara, em que a média do preço encontrado pelo botijão de 13 kg era de R$ 94,67 (entre R$ 90 e R$ 95). A cidade de Paragominas ficou em segundo lugar no Pará, onde o gás custou, aproximadamente, R$ 93,60 (entre R$ 88 e R$ 96), seguida de Redenção, com a média de R$ 91,40 (entre R$ 85 e R$ 100), e de Altamira, já que o preço médio do gás foi de R$ 90,05 (entre R$ 85 e R$ 94).

No território nacional, o estado em que foi observado o maior preço do botijão de gás foi o Mato Grosso. Lá, o gás de cozinha foi comercializado, em média, a R$ 97,10. Após ele, no ranking, vem os estados do Tocantins (R$ 82,98), Roraima (R$ 80,39), Acre (R$ 79,17), Rondonia (R$ 76,89), Amapá (R$ 76,20), Pará (R$ 74,72), Distrito Federal (R$ 73,26), Sergipe (R$ 72,66) e Goiás (R$ 71,98).

Fonte: ORM

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios