Paragominas: Criança é atingida com tiro de arma calibre 38

Uma criança de 5 anos de idade está internada no Hospital Regional Público de Paragominas após sofrer disparo de arma de fogo. A Polícia Civil da 22ª Seccional investiga o caso. Uma arma de fabricação caseira, munição não deflagrada e pequena porção de maconha foram apreendidas.

Na noite do último sábado, 5, por volta de 19h30, uma criança do sexo feminino apareceu com ferimento na região torácica. A criança foi socorrida por moradores e encaminhada a Unidade de Pronto Atendimento, mais tarde transferida para o Hospital Regional Público da Transamazônica. Na unidade de saúde a equipe médica descobriu que o ferimento fora causado por disparo de arma de fogo.

A primeira versão apresentada à PC de Paragominas indica que a criança estava na casa em companhia do padrasto identificado por Jairo Almeida, que teria fugido da residência logo após a criança aparecer ferida. Ele ainda não foi localizado para prestar esclarecimentos.

A mãe da menina, Andressa da Silva Xipai, ainda tentou despistar uma equipe de policiais militares que foi acionada para atender a ocorrência, fornecendo endereço errado. Desconfiados, os militares perceberam a atitude da mulher e conseguiram o endereço correto através de ficha cadastral do HRPT. A família mora em uma casa do Bairro São Domingos, onde foi encontrada a arma do crime, um revólver de fabricação caseira, tipo 38 e munições e porções de drogas

Conduzida à Delegacia de Polícia Civil de Altamira, a mãe da criança não soube informar o que teria acontecido na noite de sábado quando a criança acabou ferida com disparo de arma de fogo. Ela contou que não estava na casa no momento. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso. E trabalha com duas hipóteses: disparo acidental ou proposital.

Fonte: Correio de Carajás (Antônio Barroso)

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios