Parauapebas é investigada por falta de atendimento psiquiátrico

A promotora Crystina Michiko Taketa Morikawa, titular da 6ª Promotoria de Justiça Cível de Parauapebas, instaurou na última semana Inquérito Civil a fim de apurar a responsabilidade do município quanto à ausência de médico psiquiatra no sistema de atendimento à saúde da cidade, sobretudo àqueles com transtornos mentais.

De acordo com o procedimento, em notícia fato registrada junto ao Ministério Público do Estado do Pará, um idoso de 66 anos foi encaminhado por médico para a realização de consultas cardiológica e psiquiátrica.

A partir disso, os encaminhamentos foram cadastrados em caráter de urgência junto ao Sistema Único de Saúde (SUS), quando o atendimento deve ocorrer em até 30 dias. Foi informado à promotoria que os familiares conseguiram agendar a consulta com cardiologista para junho passado.

Em relação à consulta psiquiátrica, entretanto, o paciente foi informado que o município não está disponibilizando médico nessa especialidade. O Ministério Público deverá colher, ao curso do procedimento, informações depoimentos, perícias e quaisquer outras diligências necessárias para esclarecimento dos fatos.

Dependendo do resultado, poderá celebrar ajustamento de conduta, ajuizar ação civil ou arquivar a investigação. A equipe de reportagem procurou a assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde, mas até o fechamento desta reportagem não houve retorno.

Fonte: Correio de Carajás (Luciana Marschall)

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios