PM é morto com tiro acidental de fuzil disparado por colega

Sargento da Polícia Militar, Luiz Antônio Faria, de 46 anos, morreu ao ser baleado com um tiro de fuzil disparado por um colega da corporação, na noite da última quinta-feira (18), em Sorocaba, no interior de São Paulo.

Segundo informações do comando da PM, o disparo foi acidental e que o fato ocorreu durante o atendimento a uma ocorrência. O tiro perfurou o colete à prova de balas e atingiu o tórax do policial que logo foi levado ao Hospital Regional de Sorocaba as pressas, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda de acordo a PM, foi aberto o processo de investigação pela Polícia Judiciária Militar para apurar os fatos do episodio. O comandante do 7º Batalhão, tenente-coronel Carlos Alexandre Mello, divulgou uma nota de solidariedade aos familiares e amigos do policial, na nota, o coronel lamenta profundamente a fatalidade que aconteceu com a vida do profissional, ressaltando a competência na atuação  em defesa da sociedade sorocabana.

O sargento era casado e tinha uma filha. O sepultamento ocorreu às 10h deste sábado (20), no cemitério Memorial Park, em Sorocaba.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios