POLÍCIA: Acusada da execução de duas adolescentes que cavaram a própria cova é presa em Marabá

Nesta semana em Marabá, foi presa a mulher envolvida no assassinato de duas adolescentes no município de Timon no Maranhão.

O caso ganhou foi bastante divulgado nas redes sociais pois as vítimas foram filmadas, segundo informações pela acusada, cavando a própria cova, instantes antes de serem executadas.

Com a prisão da mulher, a policia informa que o caso está praticamente solucionado.

Por telefone, o delegado Vinícius Cardoso, diretor da 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil, confirmou que uma equipe da Divisão de Homicídios de Timon veio a Marabá e pediu apoio da Polícia Civil local para ceder um investigador que conhecesse a região para auxiliar na captura da foragida, o que foi prontamente atendido e a missão teve êxito.

Com a prisão da acusada que não teve sua identidade revelada,  a Polícia Civil do Maranhão chega a seis prisões de um total de 10 pessoas envolvidas nas mortes das adolescentes Joyce Ellen, de 15 anos, e Maria Eduarda, de 17.

O duplo assassinato ocorreu no dia 21 de março, no bairro Parque Aliança.

O delegado confirmou que todas as seis pessoas presas até o momento são mulheres, e as outras quatro que ainda não foram capturadas já são consideradas foragidas da Justiça.

As duas jovens foram assassinadas porque teriam contrariado interesses de uma facção criminosa que domina o tráfico na região, embora não exista nenhuma prova de que as vítimas tinham ligação com as facções.

Com informações Correio de Carajas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios