Policiais Militares são presos acusados de terem assassinado jovem de 18 anos

Três pessoas foram presas na manhã desta quarta-feira, 24, em Parauapebas, em operação realizada por equipes da Polícia Civil e Polícia Militar. Entre os presos, dois são PMs. Investigações apontam os presos dessa operação, como autores de um homicídio ocorrido no mês de março deste ano no município. Os presos são os PMs Cosme Neto Souza Medeiros e Artur Sampaio Pinheiro Martins. Outro policial militar está sendo procurado. Foi preso também Marcelo Silva Cardoso, que não é policial.

As prisões foram efetuadas por policiais civis da Divisão de Crimes Funcionais da Corregedoria da Polícia Civil (DCrif), em conjunto com policiais civis da Superintendência Regional de Marabá e da Seccional de Parauapebas, e policiais militares da Corregedoria da Polícia Militar.

O crime que deu origem às investigações, foi o assassinato de Lucas Sampaio de Oliveira, 18 anos. Ele foi encontrado morto a tiros, no dia 11 de março, em uma área de mata, no bairro Montes Claros, em Parauapebas. A vítima estava desaparecida havia dois dias. Com o andamento das investigações, os acusados do crime foram identificados e tiveram os mandados de prisão solicitados e posteriormente decretados pela Justiça.

Após os cumprimentos dos mandados de prisão, os indiciados foram conduzidos à Seccional de Parauapebas, de onde foram encaminhados para passar por exames periciais de corpo de delito no Centro de Perícias Científicas (CPC) Renato Chaves da região. Após as perícias, eles serão recolhidos e ficarãor à disposição da Justiça.

Fonte: Roma News

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios