Policiais são acusados de traficar cocaína no Pará

Parte das duas toneladas de cocaína apreendida em maio na cidade Barcarena teria sido desviada por seis policiais que passaram a revendê-la agora

Quando policiais militares de Barcarena fizeram a maior apreensão de cocaína do Pará, no dia 12 de maio, a sociedade bateu palmas, afinal de contas não é todo dia que se apreende duas toneladas de cocaína pura. Pois é, mas agora foi descoberto que havia mais drogas do que o total apresentado para a Polícia Civil. Tudo indica que pelo menos seis PMs ficaram com uma parte da droga e passaram a abastecer bocas de fumo da região, mas agora a casa deles caiu.

Nessa terça-feira (16), polícias Civil e Militar cumpriam três mandados de busca e apreensão, de um total de seis que foram solicitados pela Justiça Militar, contra os PMs acusados de desviar a cocaína apreendida. Entre os suspeitos – quem diria – está um oficial. Os mandados foram designados para a Região Metropolitana de Belém (RMB), Barcarena e Abaetetuba.

No dia 12 de maio foram apreendidos 2 mil kg de cocaína. Parte ficou com seis PMs

Segundo o promotor de justiça militar Armando Brasil, os primeiros indícios levantados pela Polícia Civil indicaram a veracidade dos fatos. Ele também informou que, durante a operação, já foi encontrada e apreendida, na casa de um dos investigados, a quantia de R$ 250 mil em espécie.

O dinheiro estava escondido no forro da residência, conforme registrado em um vídeo de 1 minuto e 31 segundos, que está viralizando nas redes sociais.

O que mais entristece os policiais de bem e a própria sociedade é que nove policiais do 14º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Barcarena chegaram a ser condecorados pela apreensão da droga, justamente por ter sido a maior apreensão de cocaína da história do Estado do Pará.

Ainda segundo o promotor de justiça militar Armando Brasil, testemunhas teriam sido essenciais para a polícia nessa investigação, pois informaram às autoridades que os militares estavam vendendo parte da droga apreendida em maio. As vendas estariam ocorrendo na RMB, em Barcarena e também em Abaetetuba.

Apreensão

A cocaína foi encontrada dentro de uma casa, por equipes do 14º Batalhão, em um ramal conhecido como “Massarapó”, na zona rural de Barcarena. Na época, a Polícia suspeitou que, pela quantidade de droga encontrada, o local seria ponto de distribuição.

De acordo com a PM, os policiais encontraram na casa duas paredes falsas, onde estavam escondidos os mais de 2 mil kg de cocaína pura de origem colombiana. Também foram encontrados maquinário utilizado para prensar a droga, sacos plásticos, fitas e outros materiais de embalagem.

Na ocasião, a droga foi apresentada na Delegacia de Polícia Civil de Barcarena e levada para a capital paraense para realização de perícia. O transporte até a Delegacia de Repressão ao Entorpecente (DRE) recebeu escolta do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e do Batalhão Rotam.

O que não se sabia – mas que agora é de conhecimento público – é que grande parte do pó tinha sido desviado por alguns dos policiais responsáveis pela apreensão.

Fonte: Correio de Carajás

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios