População ateia fogo em casa de homem acusado de estuprar e matar criança em ritual de magia negra

Suspeito foi preso junto com a mãe da criança, moradores da região incendiaram o imóvel

A casa onde morava Deyvyd Renato Oliveira Brito (padrasto) e Irislene da Silva Miranda mãe da criança estuprada e morta, de acordo com informações, foi incendiada pela população na última terça-feira (14). De acordo com a polícia, após a prisão do suspeito, a população se revoltou com a situação e ateou fogo na casa em que o casal morava. Quando as equipes da polícia chegaram ao local, a casa já estava em chamas.

A equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada e conteve o fogo, a casa onde o casal morava era alugada. O crime chocou a população de Parauapebas.

Depois que os acusados foram presos, na tomada de depoimentos e colhendo informações, a delegada Ana Carolina descobriu que a inocente criança era ofertada em sessões de magia negra, onde era espancada e violentada sexualmente em rituais satânicos que eram conduzidos pelo padrasto com a participação da própria mãe da vítima.

Com informações de Parauapebas Muita Treta

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios