Prefeitura de Marabá lança edital de concurso público para duas vagas de procurador municipal

A inscrição será realizada de 11 de outubro a 11 de novembro, na modalidade online

Atenção, graduados em direito! A prefeitura de Marabá, município do sudeste paraense, lançou edital de concurso público para o preenchimento de duas vagas para o cargo de Procurador Municipal.

O salário ofertado é de R$ 3,3 mil mais cem por cento de adicional por escolaridade em nível superior. As inscrições começam no próximo dia 11, no site da Fadesp.

Conforme o edital, estão sendo oferecidas duas vagas para Procurador Municipal, cargo de nível superior exercido por bacharel em Direito. A jornada é de 20 horas semanais e o servidor terá, entre outras atribuições, que “defender, em juízo ou fora dele, na forma da lei, os interesses do município; emitir pareceres em processos administrativos e responder consultas sobre matérias de sua competência”.

A inscrição será realizada de 11 de outubro a 11 de novembro, na modalidade online. Será cobrada taxa de R$ 100,00, mas os candidatos que concorrerem como Pessoa com Deficiência (PcD) poderão solicitar a isenção até o dia 25 de outubro. Aqueles que precisarem de atendimento especial também devem fazer a solicitação até 11 de novembro.

A seleção será feita em três etapas, todas na cidade de Marabá, obedecendo o horário local. No dia 24 de novembro será realizada a prova objetiva pela manhã e a prova prática-profissional, à tarde. Os classificados farão, ainda, a prova de títulos em data a ser definida.

Como organizadora do concurso, a FADESP orienta os candidatos a lerem atentamente o edital de abertura que define as regras para a participação e para a classificação final. Também reforça que a página oficial de acompanhamento deve ser acessada regularmente para que o candidato se mantenha informado sobre o andamento das etapas.

Clique aqui para mais informações.

Fonte: Ascom/Fadesp

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios