DestaqueParauapebas

Prefeitura de Parauapebas reinaugura o “PIPA” no dia 22

O Centro atenderá crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social

Depois de uma reforma completa, o “PIPA” está pronto e será reinaugurado no dia 22 deste mês. “Esse aqui é o lugar onde nossas crianças e adolescentes contarão com uma equipe técnica muito dedicada em oferecer um bom o serviço socioassistencial para que os usuários possam sentir prazer em frequentar o Pipa. Estamos reabrindo para oferecer ainda mais qualidade de vida para comunidade”, comemorou o prefeito de Parauapebas, Darci Lermen.

Esta semana, as redes socioassistencial e intersetorial que trabalham na perspectiva na garantia dos direitos, participaram de uma reunião onde foram apresentados a estrutura, fluxograma e atividades que serão desenvolvidas. Projetos como equinoterapia, horta comunitária e Guarda Mirim, em parceria com a Guarda municipal de Parauapebas (GMP), também foram anunciados. Eles estão em fase de planejamento para serem implantados no Pipa.

Inicialmente, o Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – Pipa, irá atender 200 crianças e adolescentes que são assistidos pelos Centros de Referência de Assistência Social nas oficinas de karatê, jiu-jutsu, xadrez, danças folclóricas e hip-hop. As aulas vão iniciar no dia 25.

“Os alunos atendidos pelo Pipa são prioritariamente aqueles estão em vulnerabilidade social. Estamos estendendo os serviços socioassistenciais oferecidos pelo município, garantindo os direitos deste público”, diz Jorge Guerreiro, secretário de Assistência Social.

Foi no Pipa que Leandro começou a se dedicar ao karatê. É mais um exemplo de que Centro de Convivência transforma vidas. “Entrei no Pipa com 14 anos e fui aprendendo as técnicas do karatê. Comecei a participar de campeonatos e conquistar títulos. Eu só tenho a agradecer pela oportunidade”, declara Leandro.

Texto:Anne Costa

Fotos: Piedade Ferreira

Assessoria de Comunicação – ASCOM | PMP

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios