DestaquePará

Presos tentam fugir de presídio em Cametá

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) confirmou nesta segunda-feira (15) uma tentativa de fuga, no Centro de Recuperação Regional de Cametá (CRCCAM), no nordeste do Pará, ocorrida na manhã de ontem (14). Por volta das 06h30, antes da entrega do café, os agentes prisionais de plantão perceberam uma movimentação suspeita no bloco carcerário.

Segundo a Susipe, detentos serraram as barras das grades das celas 1 e 2, mas foram interceptados antes da fuga. No total, 21 presos estavam nas duas celas. Uma revista geral foi realizada na unidade prisional com apoio do Grupo Tático Operacional (GTO) da PM.

Uma serra metálica foi apreendida na operação. De acordo com a Diretoria de Administração Penitenciária da Susipe, nenhuma fuga foi registrada após recontagem de presos. As duas celas danificadas foram temporariamente interditadas para reparos nas grades e os presos redistribuídos no bloco carcerário. A Corregedoria Geral Penitenciária da Susipe irá abrir uma sindicância administrativa para apurar a entrada do objeto metálico no presídio.

Fonte: ORM

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios