DestaqueInternacional

Queda de avião na Etiópia deixa 157 mortos, segundo a companhia aérea

Aeronave caiu 6 minutos após decolar neste domingo com destino a Nairobi, no Quênia; não havia brasileiros entre os passageiros, segundo o Itamaraty.

Um avião da Ethiopian Airlines, que voava da capital da Etiópia, Adis Abeba, para Nairobi, no Quênia, caiu neste domingo (10) com 157 pessoas a bordo. Não há sobreviventes, e as causas do acidente ainda são desconhecidas.

Segundo informações do presidente da companhia, Tewolde G Medhin, o piloto relatou dificuldades técnicas durante o voo e pediu para regressar a Adis Abeba. Os controladores, então, “autorizaram-no” a dar meia-volta e retornar, relatou Medhin.

O que se sabe até agora:

  • O avião perdeu contato 6 minutos após decolar
  • A aeronave decolou às 8h44 (horário local)
  • 157 pessoas estavam a bordo do avião, sendo 149 passageiros e 8 tripulantes
  • Piloto relatou dificuldades técnicas e foi autorizado a retornar
  • Segundo a empresa, não há sobreviventes
  • Passageiros de mais de 30 países estavam a bordo; não havia brasileiros
  • Modelo do avião era o mesmo que caiu na Indonésia em 2018

O avião levava 149 passageiros e 8 tripulantes. Segundo lista divulgada pela companhia, havia passageiros de 36 nacionalidades diferentes. O Brasil não está incluso. Em nota, o Itamaraty confirmou que “não foram identificados brasileiros na lista de passageiros”.

A maioria dos passageiros eram quenianos. “O mais afetado, como vocês devem imaginar, é o Quênia, com 32 passageiros a bordo dos 149”, comentou o ministro dos transportes queniano, James Macharia, em entrevista coletiva.

Queda de avião na Etiópia — Foto: Juliane Monteiro/G1Queda de avião na Etiópia — Foto: Juliane Monteiro/G1

Queda de avião na Etiópia — Foto: Juliane Monteiro/G1

Fonte: Com informações do Portal G1

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios