Respiradores mandados pelo Ministério da Saúde são testados e distribuídos entre hospitais do PA

Vinte e três respiradores ficam em Belém, o restante é distribuído pelo interior do estado.

Os 50 novos respiradores, enviados pelo Ministério da Saúde, chegaram ao Pará no fim da noite de domingo (17). Todos os equipamentos foram testados no Hospital de Campanha de Belém do Hangar. O estado conta agora com 390 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivas para pacientes com síndrome respiratória aguda.

Após o término dos testes, 23 dos 50 respiradores ficam em Belém, para ampliar o número de leitos no Hospital de Campanha. Todos já estão em funcionamento na última segunda-feira (18).

Os outros 27, serão distribuídos entre os Hospitais de Campanha de Breves, Marabá e Santarém; Hospital Regional do Baixo Tocantins, em Abaetetuba; Hospital Regional do Araguaia, em Redenção; Hospital Regional de Cametá; e Hospital Santo Antônio Maria Zacarias, em Bragança.

O governo formalizou o pedido dos respiradores no dia 28 de abril. Os equipamentos vieram de São Paulo, são todos fabricados no Brasil e, de acordo com o engenheiro responsável pela logística do Hospital de Campanha do Hangar, Henrique Bolderine, são equipamentos com tecnologia de última geração.

“Esses respiradores vão salvar muitas vidas e diminuir a demanda pelo número de leitos de UTI, que é uma necessidade de todo o país, neste momento. Cada leito de UTI conta”. Henrique Bolderine, engenheiro de logística do Hospital de Campanha do Hangar.

Com informações G1 Pará

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios