Rio Parauapebas: Passeio em família termina em morte de menina de 12 anos

Um piscar de olhos. Assim os pais narram o sumiço de Wilyane Karen David da Silva Rios, de 12 anos, durante um dia de passeio no Rio Parauapebas, em família. Eles teriam perdido a menina de vista por um segundo, quando ela estava sobre uma pedra, no leito do rio e de repente ela sumiu, sem gritos ou pedido de socorro. O que se seguiu foram horas de busca, em desespero, até que o corpo dela emergiu, sem vida, por volta das 17 horas do último sábado, dia 25.

Os pais são José Francisco Souza Rios e Otayane Talita David da Silva Rios. O acidente se deu em um ponto do rio que é pouco conhecido até pelas autoridades como sendo praia. Trata-se do local chamado de Balneário Brasília, no bairro Minas Gerais e que tem acesso pela avenida VS-10.

Até os bombeiros, que foram acionados por volta das 16 horas, tiveram dificuldades em encontrar o balneário, por nunca terem ouvido falar em tal local.

Segundo os relatos ouvidos dos pais pelo sargento BM Da Luz, a família, com alguns amigos, estava banhando em um ponto considerado raso do rio, onde a marca de água daria à altura do umbigo de Wilyane Karen. Em dado momento os pais se viraram para pegar algumas bebidas e a criança sumiu da sua vista.

Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, moradores dos arredores e que são grandes conhecedoras do local, foram fundamentais na ajuda na busca. O corpo da menina foi encontrado a apenas 3 metros do local onde havia sumido. Não havia qualquer lesão aparente, mas sangue saindo o ouvido. “Foi afogamento mesmo”, diz o sargento. A guarnição tinha, ainda, o sargento Vale e o cabo Cury.

O telefone do Grupamento para emergências e buscas é o (94) 3356-4010

Bombeiros e Polícia Militar estiveram no atendimento à ocorrência | Fotos: Ronaldo Modesto

Fonte: Correio de Carajás com informações: Ronaldo Modesto 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios