Rival de Trump na disputa à presidência dos EUA, Biden promete R$ 20 bi para Amazônia

Em um debate tenso entre Joe Biden e Donald Trump, candidatos democrata e republicano à presidência norte-americana, que se confrontaram pela primeira vez na noite desta terça-feira, 29, o Brasil foi citado em uma passagem sobre a questão ambiental.

No momento em que os candidatos debatiam as mudanças climáticas, houve uma citação às queimadas na Amazônia. O democrata Joe Biden afirmou que a floresta estava sendo “destruída”, e que os Estados Unidos deveriam tomar uma atitude a respeito.

“A primeira coisa que vou fazer é aderir ao Acordo de Paris. Olha só o que aconteceu, está tudo desmoronando. A maior floresta do mundo está sendo destruída e ele (Trump) não faz nada. Vamos pegar US$ 20 bilhões e dizer: “Aqui está, parem de destruir a floresta”, afirmou.

Por sua vez, o presidente norte-americano Donald Trump não citou diretamente o Brasil na sua resposta, preferindo justificar por que os Estados Unidos tinham discordâncias com o acordo, um compromisso mundial de enfrentamento à mudança climática. Além disso, Trump questionou os compromissos de Biden na redução das emissões de carbono.

“Por que vocês não fizeram isso? Em tantos anos de governo?”, disse Trump.

Os principais assuntos do debate foram as indicações para a Suprema Corte, as medidas para enfrentar a crise do coronavírus, as mudanças climáticas e os combates ao racismo e à violência policial. Também foram abordadas questões como a reportagem do The New York Times que revelou que Trump pagou US$ 750 em impostos federais nos anos de 2016 e 2017, o atual presidente afirmou que dispendeu “milhões de dólares” em impostos e que “em breve” apresentará provas.

Fonte: Reuters.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios