Santarém tem mutirão de cirurgias eletivas para otimizar fila de espera

A

proposta de zerar a demanda reprimida de cirurgias eletivas do município reduzindo o tempo de espera dos pacientes está em andamento. A iniciativa é resultado do mutirão implementado pela Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Cento e cinquenta cirurgias já foram realizadas no Hospital Sagrada Família por meio de parceria. No Hospital Municipal de Santarém Dr. Alberto Tolentino Sotelo (HMS), as cirurgias estão ocorrendo aos finais de semana. Lá, a meta é realizar 85 procedimentos neste mês de julho.

No último final de semana, dias 20 e 21 de julho, 36 cirurgias foram realizadas no HMS. A previsão é de que sejam realizadas mais 36 cirurgias no próximo final de semana, concluindo, portanto a meta. Até o momento, foram realizadas cirurgias de herniorrafia e colecistectomia.

A titular da Semsa, Dayane Lima, destaca os avanços obtidos e os resultados positivos já contabilizados com a ação. “O nosso objetivo à frente da Secretaria Municipal de Saúde é buscar alternativas que possam melhorar a qualidade de vida da nossa população diminuindo a fila de espera dos pacientes. Fizemos um levantamento com a equipe técnica da Semsa, para checarmos os dados atuais e saber exatamente quantas pessoas aguardam por procedimento cirúrgico. Com isso, nós observamos que têm pacientes desde 2016 na fila de espera e até hoje não foram chamados, a partir daí decidimos organizar o fluxo pela própria Secretaria e ter um controle melhor. Estamos verificando todos os casos desde o início da fila de espera.”

O prefeito Nélio Aguiar salienta o esforço e as mudanças positivas na saúde do município. “Sabemos das dificuldades, elas existem em todo o país. Mas estamos fazendo o nosso dever de casa e obtendo resultados positivos. Já tivemos grandes avanços no Hospital Municipal e vamos ter muito mais. Os mutirões de cirurgias são necessários porque extinguem uma demanda histórica e que não pode ser resolvida pelas ações do cotidiano. A redução de mais de oitenta pacientes na fila de espera é significativa e salva vidas”, disse Nélio Aguiar.

Os recursos obtidos para realizar os procedimentos são oriundos do Ministério da Saúde. As cirurgias obedecem o critério de tempo de espera pelo procedimento, idade e prioridade da doença. Para participar da seleção o paciente deve comparecer ao Hospital Municipal com os seguintes documentos: autorização de Internação Hospitalar (AIH), assinada pelo médico do usuário; Cartão SUS; RG; CPF; Exames pré-operatórios prontos (Xerox e originais) e em jejum principalmente.

DOL

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios