DestaqueEsportes

São Paulo inicia sua 19ª Libertadores: relembre última participação

São Paulo inicia nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), a sua 19ª participação na Copa Libertadores da América. No Estádio Mario Alberto Kempes, em Córdoba, o time dirigido por André Jardine encara o argentino Talleres, pelo jogo de ida da segunda fase preliminar da competição.

Tricampeão (1992, 1993 e 2005), o São Paulo é o clube brasileiro que mais vezes disputou o torneio continental, ao lado de Grêmio e Palmeiras. Sua última participação ocorreu em 2016, quando chegou às semifinais e foi eliminado pelo Atlético Nacional, da Colômbia.

Naquele ano, então comandado pelo argentino Edgardo Bauza, o Tricolor também precisou passar pela chamada Pré-Libertadores. Na ocasião, encarou o peruano Universidad César Vallejo.

Após empatar por 1 a 1 em Trujillo, venceu o jogo de volta no Pacaembu por 1 a 0, com gol do atacante Rogério, aos 42 minutos do segundo tempo. Na fase de grupos, o São Paulo também sofreu para avançar.

Estreou com derrota para o boliviano The Strongest, por 1 a 0, em pleno Pacaembu, e na sequência empatou por 1 a 1 com River Plate e Trujillanos, da Venezuela, fora de casa. No segundo turno, goleou o Trujillanos por 6 a 0 e venceu o River por 2 a 1, no Morumbi, e arrancou um empate por 1 a 1 com o The Strongest na altitude de La Paz.

O Tricolor terminou aquele duelo na Bolívia com dois jogadores a menos e com o zagueiro Maicon no gol, já que Denis e Jonathan Calleri haviam sido expulsos. Mesmo assim, o clube brasileiro se classificou para o mata-mata da competição.

Nas oitavas de final, os comandados de Bauza eliminaram o Toluca, do México, então time de Christian Cueva. No jogo de ida, no Morumbi, goleada por 4 a 0. Na volta, derrota por 3 a 1 e vaga assegurada.

Na fase seguinte, o São Paulo fez um confronto equilibrado com o Atlético-MG. No Morumbi, Michel Bastos, de cabeça, balançou as redes aos 34 minutos do segundo tempo: 1 a 0. No Independência, o Galo abriu 2 a 0, mas Maicon descontou, e o Tricolor avançou pelo gol fora de casa.

A um passo da decisão, o São Paulo enfrentou o Atlético Nacional, sensação daquela Libertadores. Envolvente, o time colombiano venceu o jogo de ida por 2 a 0, em pleno Morumbi, com dois gols de Miguel Borja, hoje no Palmeiras.

Na volta, em Medellín, a equipe visitante saiu na frente com Calleri, mas sofreu a virada com mais dois de Borja. Na final, o Atlético Nacional derrotou o Independiente del Valle, do Equador, e se sagrou campeão pela segunda vez da Libertadores.

Se o São Paulo passar pelo Talleres, enfrentará o chileno Palestino ou o Independiente de Medellín, da Colômbia, na terceira fase da Pré-Libertadores. Avançando novamente, o São Paulo integrará o Grupo 1, ao lado do atual campeão River Plate, do Inter e do peruano Alianza Lima.

Fonte: Gazeta Esportiva

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios